(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk')); class="archive date unknown">

Desova: Buffalo Theory MTL – Murder Trilogy (Triple single EP/2014)

Buffalo_MTL_Single

O Buffalo Theory MTL é uma banda stoner da cidade de Montreal no Canadá. Fazem uma sonzeira dos infernos e contam com um vocalista brasileiro. Sim, Anton Parr era conhecido por aqui como “Tunão” e fez parte de importantes bandas de metal entre as décadas de 80 e 90, entre elas o Avalon. O cara foi morar no Canadá e após um teste tornou-se vocalista do Buffalo Theory MTL. Em 2012 a banda lançou o álbum “Heavy Ride” que recebeu críticas positivas em diversos veículos especializados, inclusive no Brasil. Agora, dando prosseguimento aos trabalhos a banda lança um single triplo com uma proposta inédita entre as bandas canadenses. Como Montreal é uma cidade bilíngue os caras gravaram duas versões da mesma música, uma em inglês chamada “Disciple” e outra em francês chamada “Obsédé”. Mas não para por ae, como o vocalista é brasileiro, fizeram ainda uma terceira versão em português batizada de “Justiceiro”. O resultado ficou excelente e mantêm o nível do álbum de estréia apresentando um stoner visceral e pesado com os vocais rasgados de “Tunão” que se encaixaram perfeitamente no estilo. As três versões do single estão disponíveis no Bandcamp dos caras e vale muito a conferida. Falta agora uma turnê pelo Brasil.

Fest in Blues em Campinas/SP

Eric_Sardinas

De 11 a 27 de abril vai rolar em Campinas/SP a 1ª edição do Fest in Blues. Oportunidade para ver na faixa o show do grande Eric Sardinas (foto). Pra quem não conhece, trata-se de um dos maiores guitarristas de blues rock da atualidade. Steve Vai depois de vê-lo em ação o chamou para integrar o seu selo Favored Nations. O cara toca muito e além da guitarra, costuma usar um dobro (violão com corpo de aço) cheio de distorção. Outros destaques do festival são o filho da lenda Muddy Waters, Mud Morganfield e os brasileiros André Christóvam e Blues Etílicos. As apresentações estão divididas entre a Concha Acústica do Taquaral, Pedreira do Chapadão e Almanaque Café. A extensa programação contará também workshops, encontro de colecionadores de discos e exposições. Excelente fest. Mais infos aqui.

Tributo mineiro ao Nirvana

Tributo_Nirvana

O Concha, canal de música do portal O Tempo, lançou no início de abril um especial sobre os 20 anos da morte de Kurt Cobain. São fotos, reportagens, vídeos, textos exclusivos e uma série de pôsteres criada por artistas e designers de Belo Horizonte. Dentre o material destaca-se uma mixtape com versões de bandas da capital mineira para músicas do Nirvana. São seis grupos de estilos diversos que foram e são influenciados pela banda de Cobain. Há também uma faixa bônus, a versão acústica de “Something in the Way” gravada por Marco Diniz, vocalista da banda tributo Nevermind. Os grupos e as respectivas faixas da mixtape são Barulhista (Heart-Shaped Box), Valsa Binária (Lithium), Hell’s Kitchen Project (Rape Me), Tempo Plástico (In Bloom), Ram (All Apologies) e Pequena Morte (Love Buzz). Os sons e todo o conteúdo do especial estarão disponíveis no Concha durante todo o mês de abril. Para conferir clique aqui.

Hellbenders em turnê pelo estado de São Paulo

Hellbenders_Tour_SP

E após uma temporada de shows nos EUA, incluindo uma apresentação no cultuado festival SXSW, os goiânos do Hellbenders chegam à São Paulo para uma tur que passará pela capital e interior. E pra deixar a trip ainda melhor, em quatro desses shows os caras serão acompanhados pelos Corazones Muertos (Capital, São Carlos, São José dos Campos e Limeira), banda argentina reformulada em São Paulo que conta hoje com o grande Flavio Cavichioli (ex-Forgotten Boys) na bateria. Com seu rock n’ roll visceral, os Hellbenders são um dos grandes destaques da atual cena rock brasileira. Seu álbum de estréia, “Brand New Fear”, marcou presença em diversas listas de melhores de 2013. O disco está disponível para audição ou download no site oficial da banda. Segue abaixo as datas e locais da tur. Compareça se puder, Hellbenders é rock dos bons.

03/04 – São Paulo (@Inferno Club)
04/04 – Campinas (@Bar do Zé)
05/04 – São Carlos (@GIG)
06/04 – São Bernardo do Campo (@Grito Rock)
10/04 – Piracicaba (@Joe Collins Pub)
13/04 – São José dos Campos (@Hocus Pocus)
17/04 – São Paulo (@Da Leoni)
19/04 – Jaú (@General Bar)
20/04 – Ribeirão Preto (@Paulistânia Rock Bar)

Desova: Statues on Fire – Phoenix (2014)

Statues_On_Fire_Disco

O Brasil sempre revelou excelentes bandas de punk e hardcore, isso desde os anos 80, onde tudo era feito na raça. Entre as décadas de 90 e 2000 ocorreu um certo boom do hardcore com uma pegada mais melódica e entre inúmeras bandas, uma das que mais se destacaram foi o Nitrominds. Após muitos discos e shows, os caras resolveram encerrar as atividades e buscar novos ares. 2/3 da banda, o guitarrista e vocalista André Alves e o baixista Lalo uniram-se ao guitarrista André Curci (Threat/Música Diablo) e ao batera do Kacttus Alex e formaram o Statues on Fire. As credenciais e todo histórico dos evolvidos fez com a banda fosse bem recebida imediatamente e aos poucos os caras foram desenvolvendo o trabalho, compondo, tocando e gravando. O resultado é “Phoenix”, um álbum com 11 faixas que transbordam qualidade, energia e sentimento. O grande questionamento era se o Statues on Fire seria um Nitrominds revisitado e ficou claro que não é. O Nitrominds, principalmente nos seus últimos anos era mais pesado, incorporando o metal ao hardcore. O Statues investe mais nas melodias. Os caras apresentam músicas maiores, com solos trabalhados e em alguns casos uma pitada pop. O trampo de guitarras ficou excepcional. E sim os momentos de porradaria também estão presentes. “Phoenix” superou as expectativas, um ótimo cartão de visitas pra essa nova banda de músicos tão gabaritados. Tá saindo em vinil gringo (a capa ficou linda diga-se) e logo mais ganha edição em CD por aqui. Porém a banda disponibilizou o álbum para audição no Bandcamp. Se você curte esse tipo de som vai na fé e clica ae.