(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk')); class="archive category category-notas category-1 unknown">
Buscando em:notas

Tributo mineiro ao Nirvana

Tributo_Nirvana

O Concha, canal de música do portal O Tempo, lançou no início de abril um especial sobre os 20 anos da morte de Kurt Cobain. São fotos, reportagens, vídeos, textos exclusivos e uma série de pôsteres criada por artistas e designers de Belo Horizonte. Dentre o material destaca-se uma mixtape com versões de bandas da capital mineira para músicas do Nirvana. São seis grupos de estilos diversos que foram e são influenciados pela banda de Cobain. Há também uma faixa bônus, a versão acústica de “Something in the Way” gravada por Marco Diniz, vocalista da banda tributo Nevermind. Os grupos e as respectivas faixas da mixtape são Barulhista (Heart-Shaped Box), Valsa Binária (Lithium), Hell’s Kitchen Project (Rape Me), Tempo Plástico (In Bloom), Ram (All Apologies) e Pequena Morte (Love Buzz). Os sons e todo o conteúdo do especial estarão disponíveis no Concha durante todo o mês de abril. Para conferir clique aqui.

Escritor Nege Além completa 90 anos

Nege_Alem

Hoje, 16 de novembro de 2013, o grande escritor Nege Além está completando 90 anos de idade. Nege nasceu no Rio de Janeiro, mas viveu sua infância e mocidade em Guaxupé no sul de Minas Gerais. Assim como Elias José, outro ilustre autor que não nasceu na cidade mineira mas à adotou como moradia, Nege foi agraciado com o título de cidadão guaxupeano. Foram muitas obras publicadas ao longo da vida. Textos que em grande parte transmitem uma sensação interiorana, com certeza reflexo da fase em que residiu em Guaxupé. Acredito que não há fronteiras para a literatura. Ler um bom livro gringo pode ser uma bela experiência, mas ler um livro genuinamente brasileiro, ambientado no seu país traz outras sensações devido à identificação e reconhecimento de lugares, tipos e situações. Agora, ler um texto em que você reconhece uma rua, um bairro, pessoas e características da sua cidade é uma experiência que transcende tudo isso. Atualmente Nege vive em São João da Boa Vista. Em 2011 esteve em Guaxupé lançando sua última coleta de contos “Osso e Ferro Velho”. Tive a oportunidade de pegar das mãos do autor o meu exemplar com dedicatória. Livro que guardarei e irei reler muitas vezes com grande orgulho. Para os guaxupeanos que ainda não tiveram contato com a obra de Nege Além, recomendo as coletâneas de contos “Osso e Ferro Velho” e “Rua Taboão” e o romance “O Cristo da Ermida”. A Biblioteca Municipal possui alguns títulos do autor.

Violeta de Outono inaugura novo site e disponibiliza discografia

Violeta_de_Outono

Verdadeira instituição do rock psicodélico brasileiro, o Violeta de Outono mostra que está totalmente sintonizado com as ferramentas atuais de divulgação e propagação de conteúdo musical. O novo site da banda paulista chama a atenção por ser graficamente simples e bastante funcional. Agenda, notícias, vídeos, links para as redes sociais, tudo distribuído de forma clara, de fácil visualização e acesso. O destaque fica para a discografia de estúdio disponibilizada integralmente via Bandcamp. Um deleite para os fãs e uma boa oportunidade para quem ainda não conhece o longevo trabalho da banda capitaneada por Fábio Golfetti. Para conferir clique aqui.

Made of Stone disponibiliza faixa bônus do álbum “Day After Day”

Made_of_Stone_lost

No último dia 13 de julho, data que se convencionou como o “Dia do Rock”, a banda Made of Stone de Alfenas/MG resolveu presentear os fãs com uma faixa bônus do disco “Day After Day”. Intitulada “Lost”, a música que não consta no formato físico do disco está disponível para audição e download no site oficial da banda. A bela arte do single foi desenvolvida por Julien François. Para ouvir ou baixar o som, assim como o álbum completo, clique aqui.

35 anos de Baratos Afins

Baratos_35_Anos

O rock underground brasileiro tem vários heróis, porém na hora de reconhecer os méritos, muitos lembram apenas dos músicos. Na verdade em qualquer lugar ou época, pra uma cena acontecer é necessário muito mais do que boas bandas. Produtores de eventos, zineiros, jornalistas, programas de rádio, selos/gravadoras, entre outros, também são de extrema importância para o surgimento e manutenção da música que não é ouvida diariamente nas novelas da Globo. Um desses heróis é sem sombra de dúvidas o Luiz Calanca, fundador e proprietário da Baratos Afins. E hoje é um dia pra ser celebrado, a Baratos está completando 35 anos de atividade. Tudo começou em 24 de maio de 1978 numa pequena sala do segundo andar de uma galeria em São Paulo que mais tarde ficou conhecida como “Galeria do Rock”. No início era apenas uma loja, mas após 3 anos a Baratos passou a atuar também como gravadora lançando grandes nomes do underground brasileiro. Pra ser ter uma idéia, o primeiro lançamento foi o álbum “Singin Alone” do ex-Mutante Arnaldo Baptista. Outro projeto importante foram os dois volumes da coletânea “S.P. Metal”, um dos primeiros lançamentos do heavy metal nacional nos anos de 84 e 85. Só o Stress do Pará gravou antes. Hoje a Baratos já contabiliza em seu catálogo 176 produções. Sendo 104 álbuns no formato de vinil e 72 CDs. Grandes bandas lançaram pela gravadora, como Ratos de Porão, Golpe de Estado, Harppia, Centurias, Sálario Mínimo, Fellini, Patrulha do Espaço, enfim, a lista é grande e não se restringe apenas ao rock. Fica aqui meu respeito e admiração pelo Calanca, um dos grandes heróis do submundo musical brasileiro. Parabéns Baratos Afins! Que venham mais anos de música de qualidade pela frente.

Pra conhecer o catálogo completo da gravadora e demais infos acesse o site oficial.

Roadie Crew especial: Metal Nacional

Roadie_Crew_Brasil

Para sua edição do mês de maio, a revista Roadie Crew tomou uma iniciativa digna de aplausos: produziu uma edição especial voltada ao metal brasileiro. Em tempos em que os shows gringos rolam por aqui semanalmente, sempre abarrotados de grande público, o que garante um bom dinheiro para as bandas estrangeiras e produtores de eventos, a atitude da revista é pra lá de louvável. É frustrante saber que temos tantas bandas boas no Brasil que não têm o devido reconhecimento do público brasileiro. Bandas de grande qualidade que ralam para se manterem ativas, que muitas vezes tocam pra poucos gatos pingados, em locais sem equipamentos adequados, sem estrutura, com cachê vergonhoso, entre outras mazelas da situação atual que vive o metal brasileiro. É aquela coisa, o cara paga R$300,00 ano sim ano não pra ver o Iron Maiden (que sempre toca pra milhões de pessoas), mas não paga R$20,00 pra ver o show de uma banda brasileira. Realmente é lastimável. Fica a torcida para que isso mude um dia. A revista já está nas bancas. Leitura obrigatória pra quem curte metal e é brasileiro.

Matadouro liberado para download

Matadouro02

Após gerar grande expectativa devido à massiva divulgação na internet, o longa “Matadouro” foi finalmente liberado para download gratuito no dia 22 de fevereiro. Escrito e dirigido por Carlos Junior, o filme é mais uma cria da excelente fase do cinema de horror brasileiro. Inspirado em fatos reais e seguindo a linha de falso documentário, assim como o aclamado “A Bruxa de Blair”, o longa narra a história de cinco jovens à caminho de casa que param o carro na estrada por um motivo banal e começam a desaparecer, um a um, vítimas de um maníaco. Os terríveis acontecimentos são registrados por uma câmera que eles levavam na viagem. Se não bastasse a qualidade técnica e de produção, “Matadouro” tem como mérito se adaptar totalmente às novas tendências de mercado, usando a internet como instrumento de divulgação, distribuição e exibição. Para fazer o download do filme, clique aqui.

Fratura

Tae a bela arte de divulgação da montagem de conclusão do Curso Livre de Teatro 14bis. Dias 16 e 17 de dezembro, às 20h30 no Teatro Municipal de Guaxupé. Entrada free.

« + Antigas